terça-feira, 2 de março de 2010

Moradora do Parque Araxá brilha no Fortaleza

Ela tem apenas 22 anos de idade, reside no Parque Araxá, mais precisamente na rua Francisca Clotilde, 130A, e já ocupa um cargo de alta relevância em uma das maiores agremiações do futebol cearense, no caso o Fortaleza Esporte Clube, onde destaca-se como assessora de Imprensa. Estamos nos referindo à bela jornalista Monalysa Alencar, que, em meio ao corre-corre rotineiro, concedeu uma entrevista exclusiva ao JPA, contando detalhes da sua trajetória vitoriosa, fruto do talento para a comunicação e à paixão que nutre desde a infância pelo “mundo da bola”.

Monalysa nasceu e se criou em nosso bairro. Filha única do casal Antônio Holanda Duarte (o famoso cantor Holandinho) e Socorro Alencar, estudou no Colégio Deoclécio Ferro do Maternal até o 3° Ano do Ensino Médio, sendo aprovada logo depois no vestibular de Comunicação Social da FIC, curso que concluiu há pouco mais de um ano. Ela faz questão de ressaltar, primeiramente, que sempre gostou de morar no Parque Araxá, por isso procura valorizar seus aspectos sócio-culturais e econômicos, principalmente dando preferência a estabelecimentos localizados no bairro. “Só vou atrás de produtos e serviços em outros lugares se não tiver aqui”, afirma, demonstrando amor pelo lugar onde foi educada.

A atração pelas “quatro linhas” começou muito cedo, tanto que o pai era “obrigado” a levá-la para os estádios. Além disso, acompanhava o noticiário esportivo e assistia a todos os jogos que passavam na televisão, independente dos clubes que estivessem se enfrentando. E foi assim, de forma quase inevitável, que a menina chegou a “juntar a fome com a vontade de comer”. Ou seja, ser jornalista e trabalhar com futebol. Ela começou fazendo um estágio na Rádio Cidade AM, auxiliando seu tio, radialista Queiroz Ribeiro, na apresentação do programa “É o Novo”. Depois foi chamada para compor a equipe esportiva da referida emissora. Passou um bom período como assessora de Imprensa do vereador Iraguassu Teixeira, até chegar na Rádio
AM do Povo, onde atuou na produção de jornalismo e esporte e foi um dos destaques do programa “Trem Bala”, comandado pelo jornalista Alan Neto. Foi a partir daí que veio a ser mais notada nos meios esportivos, surgindo então o convite para a Assessoria de Imprensa do Fortaleza.

Monalysa Alencar diz que é muito difícil trabalhar num ambiente composto praticamente só de homens, onde ainda existe muito preconceito contra as mulheres e, de vez em quando, surgem piadinhas e as inevitáveis cantadas. Porém, aos poucos, foi impondo respeito, se agarrando na intuição feminina para caprichar nos pequenos detalhes, e hoje muito desse “machismo” foi superado, até porque já temos um bocado de mulheres ocupando outras funções no futebol. “Isso é muito bom, porque estamos ganhando cada vez mais espaços onde antes só entravam homens”, ressalta a jornalista, acrescentando que, pela função que ocupa, seus horários são meio loucos. “A gente não tem expediente com hora certa, principalmente em dia de jogos, quando, além de ser a primeira a chegar e a última a sair do estádio, ainda tenho que trabalhar em casa, alimentando o site oficial do clube.”

E ela vai logo enfatizando que nada disso a incomoda. Pelo contrário. Adora acompanhar os treinos e jogos, tanto da equipe profissional como das categorias de base e outras modalidades, distribuir informações para a Imprensa, coordenar entrevistas, colocar notícias no site oficial etc. Para Monalysa, um dos momentos de maior prazer é quando o Fortaleza marca um gol, pois lhe vem o sentimento de que a vitória não é só deste ou aquele jogador, mas de toda a equipe que compõe o clube, do roupeiro ao presidente.

Nossa vizinha de bairro é, como vemos, mais uma prova de que o futebol não é mais só para os homens...

Monalysa Alencar exercendo sua função no dia 24 do mês passado, no estádio Castelão,
quando o Leão do Pici venceu o Tigres do Rio de Janeiro pela Copa do Brasil

(Matéria de capa da edição de março do JPA, que começa a circular na próxima sexta-feira)

Um comentário:

marcio disse...

sÓ PODIA BRILHAR ,tão bela quanto tem bom gosto!parabens ao Juracy e a Monalisa,!