segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Feliz Ano Novo!

    Senhor, 
    Estou aqui para agradecer pelas vitórias individuais e coletivas alcançadas em 2012! 
    E agradecer também pelas derrotas, que, embora significantes, serviram de aprendizado para evitar novos dissabores nesta incansável caminhada em busca da prosperidade social, intelectual e profissional.
   Te peço, Senhor, do fundo do coração, que ilumine os caminhos dos parentes, amigos e parceiros que, de uma maneira ou de outra, me ajudam a lutar por um mundo mais justo e humano. 
    Que em 2013 sejamos contemplados com muita paz, saúde, amor e dinheiro no bolso, a fim de alcançarmos a felicidade plena que tanto almejamos.
     Amém!

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Projeto Bem Fazer elege sua diretoria

     O Projeto Bem Fazer foi fundado no dia 15 de novembro do ano passado, durante uma reunião realizada no salão de festas do Condomínio Rosa de Saron (Rodolfo Teófilo). É uma entidade sem fins lucrativos, sem conotação política e/ou partidária, que está em fase de estruturação da parte burocrática e pretende funcionar através de ações e projetos próprios ou em parcerias com outras entidades públicas e privadas, contando, para isso, com apoio do JPA, de uma emissora de rádio comunitária a ser implantada pela Fundação Restaurart, de um site e nas redes sociais, dentre outros.
     O Projeto Bem Fazer terá uma sede no Parque Araxá e vai trabalhar inicialmente com colaborações mensais dos sócio-fundadores, diretores e sócio-efetivos, mas a ideia é que no prazo de um ano ele se torne auto-sustentável e esteja habilitado para participar de editais e linhas de incentivo dos governos municipal, estadual e federal, a fim de subsidiar as ações e projetos a serem implementados.
     Sua primeira diretoria, eleita recentemente, está assim constituída: Diretor-Presidente: César Filho; Diretora-Administrativa: Efigênia Lima; Diretor-Técnico: Diego Alves; Conselho Fiscal: Claudilene Oliveira, Juracy Mendonça e Michel Lins; Suplentes do Conselho Fiscal: Luiz Santos, Marinete Brito Mendonça e Thiago Mendonça.

     César Filho está à frente da entidade que pretende trabalhar pelo crescimento do Parque Araxá e adjacências
    
 (Matéria a ser publicada no JPA de janeiro/2013)

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

JPA lança campanha de apoio ao Projeto Bem Fazer

      
     O JPA está lançando sua primeira campanha de 2013, objetivando apoiar o Projeto Bem Fazer.
     Durante o mês de janeiro, ao adquirir um exemplar do livro “As Presepadas de Zé da Diva”, ao preço d
e R$ 10,00, você vai receber uma cartela com duas centenas para concorrer ao sorteio de um Tablet Titan PC7007B.
     Parte dos recursos arrecadados serão revertidos para a referida entidade, fundada recentemente com objetivo de trabalhar pelo crescimento do Parque Araxá e adjacências, valorizando e divulgando seus aspectos sócio-culturais e esportivos, bem como o comércio e a prestação de serviços.
     Ou seja, ao adquirir o livro, além de dar boas risadas, você estará ajudando na concretização do Projeto Bem Fazer e ainda tem duas chances de ganhar o Tablet Titan PC7007B. O sorteio será realizado pela Loteria Federal, extração do dia 2 de fevereiro de 2013, e o(a) felizardo(a) terá sua imagem mostrada nas páginas do JPA, recebendo o prêmio.
     Com essa promoção quem mais vai sair ganhando é o nosso bairro. E você também.
     PARTICIPE!!!

     Atenção:
     - Os exemplares do livro (com as cartelas) já podem ser adquiridos na Farmácia Cura Ativa - Rua Padre Cícero c/ Frei Marcelino, fone (85) 3281.9999. 
     - Entregamos em domicílio na região do Parque Araxá, Parquelândia e Rodolfo Teófilo. Basta ligar: (85) 3243.4779 / 8734.5573 / 9954.1017.

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Thiago Mendonça rege Octeto de Cordas em show da banda Rubber Soul



     
     O BNB Clube Aldeota preparou uma programação especial para este feriado de Natal, dia 25 de dezembro, a partir das 19 horas, tendo como principal destaque a banda Rubber Soul (grupo cover dos Beatles mais antigo de Fortaleza), formado por Kildare Rios (baixo, violão, piano e voz), Eduardo Neves (guitarra, violão e voz), Daniel Cobaia (guitarra e voz) e Armando Gaspar (bateria e percussão). O show contará com a participação especial do Octeto de Cordas Harmonie, composto pelos principais músicos das orquestras Filarmônica do Ceará e Eleazar de Carvalho e liderado por Daniel Barros no primeiro violino, sob a regência de Thiago Mendonça (foto). O grupo conta com quatro violinos, duas violas e dois violoncelos. Os ingressos para o Especial Rubber Soul custam R$ 8,00 (sócio) e R$ 10,00 (promocional para todos).

domingo, 23 de dezembro de 2012

Boas Festas!

         Que Deus, em sua infinita bondade, permita que a paz e a alegria estampadas na imagem desta bela criança estejam presentes em suas vidas em todos os dias do Ano Novo que se avizinha.
      É o que desejo aos familiares, amigos e parceiros que somam esforços conosco na construção de um mundo mais justo e humano.
      Boas Festas! Feliz Natal!

Eu tô é comendo!

      O cara era metido a valente e morria de ciúmes de uma irmã, por sinal muito bonita.
      Intimidava todo mundo que se atrevia a paquerar com ela.
      Um dia, disseram ao valentão que Zé da Diva estava de namoro com a menina. Indignado, ele entrou num bar e viu Zé da Diva sentado, tomando cerveja na maior tranquilidade do mundo.
      De forma ameaçadora, chegou para Zé da Diva e perguntou:
      - Ei, rapaz... É verdade que tu tá namorando com a minha irmã?
      Resposta de Zé da Diva:
      - Namorando não... Eu tô é comendo!

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Entrevista com Victor Hannover

     Li, na íntegra, a longa entrevista com o repórter cearense Victor Hannover (foto), publicada na edição mais recente da revista "Entrevista", que é produzida há 20 anos por alunos do curso de Comunicação Social da UFC.
     A leitura me levou a admirar ainda mais esse cara que com apenas 40 anos de idade já experimentou o estrelato, viajando o mundo inteiro como repórter, apresentador e narrador esportivo da Rede Globo, depois chegou ao fundo do poço, mergulhado no mundo das drogas e do álcool, e agora voltou a estudar para tentar ganhar a vida com o dom que Deus lhe deu.
     A trajetória de altos e baixos na vida profissional e social de Victor Hannover merece um olhar mais atento de todos nós, principalmente de quem trabalha com Comunicação Social, para que se tome conhecimento dos estilos (às vezes polêmicos) que somos obrigados a assumir para agradar aos diretores de jornais e emissoras de rádio e televisão, bem como das trairagens e perseguições que fazem parte das redações desses veículos.
     A referida entrevista deveria ser lida notadamente por aqueles que vivem julgando os outros, sem saber, na verdade, o que se passa nos bastidores da nossa chamada "grande imprensa".
     Bola pra frente, Hannover!

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

De encantos, aviões e vulgaridades...

       Peço licença a vocês para tecer comentários sobre alguns tópicos do programa “Encanta Ceará”, que a TV Verdes Mares (Canal 10) apresentou no dia 2 deste mês, tendo como destaque a banda Aviões do Forró, evento que, na minha modesta opinião, foi um belo exemplo de como determinados empresários e meios de comunicação manipulam informações a fim de vender produtos fabricados para fazer sucesso explorando a ignorância cultural do povo cearense. E, o que é pior: contando com apoio do Governo do Estado.
      Num primeiro momento, quando se vai assistir a um programa intitulado “Encanta Ceará”, vem a impressão de que seu objetivo principal é enfocar as trajetórias de artistas cearenses que se destacam por seus talentos no mundo da música. Porém, não foi o que vimos na referida data. Os textos e imagens ficaram centrados apenas no cantor e na cantora da banda. Ele, norteriograndense; ela, baiana. A produção ignorou por completo as bailarinas, que, segundo consta, são as inspiradoras do nome Aviões do Forró, bem como os outros músicos (sanfoneiro, guitarrista, baixista, baterista, percussionistas, pessoal dos sopros etc.).
      E aqui cabe uma perguntinha assaz inquietante: se era para mostrar a história da banda, por qual motivo não apareceram nem uma vez sequer imagens de quando a cantora era gorda? Já sei, como a intenção era realmente maquear o produto, preferiram mostrar a moça somente com o corpinho de “boneca” que ela adquiriu há pouco tempo, após fazer uma cirurgia de redução de estômago. Foi isso?
      Mas o que me deixou indignado mesmo, no desenrolar do tal programa, foi a afirmação de um dos donos da Aviões do Forró de que a banda faz sucesso porque trabalha com um forró diferente, sem tristezas, lamentos e sofrimentos do povo nordestino diante da seca. Ou seja, nas entrelinhas, o empresário quis dizer que começou a encher os bolsos de dinheiro quando passou a renegar o forró legítimo (que tem Luiz “Lua” Gonzaga como ícone maior) e forçou o povo a dançar, ouvir, cantar e idolatrar músicas onde os destaques são frases ridículas como “sou raparigueiro”, “sou cachaceiro”, “vou beber, cair e levantar”, “bebo pra carai”, “se me odeia, deita na BR”, “chupa que é de uva”, dentre outras vulgaridades.
      É complicado aceitar tudo isso calado, principalmente quando lembro que a música cearense um dia já foi representada no mundo inteiro por Fagner, Belchior, Ednardo, Amelinha...

Cid Gomes brincando com fogo!

      O texto que coloquei ontem no meu blog, no portal e na fanpage do JPA, sobre a possibilidade de termos uma nova greve da Polícia Militar nos próximos dias, recebeu dezenas de comentários, dezenas de “curtir” e cerca de 500 compartilhamentos. 
     Quase todos os participantes do debate também externaram sua preocupação diante do sério risco que nossa Fortaleza corre de fic
ar sem policiamento novamente no período do "réveillon" por conta da intransigência do governador Cid Gomes (foto) em não querer cumprir uma série de promessas feitas aos policiais militares, fato que está gerando uma grande insatisfação até mesmo entre comandantes daquela valorosa corporação.
     Realmente, nosso governador parece que adora brincar com fogo! 

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

O caos que pode vir de novo

 
     Nossa Fortaleza corre sério risco de ficar sem policiamento nos próximos dias, repetindo, assim, o caos que vivenciamos no início de janeiro deste ano.
     O vereador eleito Capitão Wagner (foto), que liderou a última greve, está afirmando em entrevistas que há uma grande insatisfação entre integrantes da Polícia Militar, até mesmo entre comandantes, por conta de uma série 

de promessas não cumpridas por parte do Governo do Estado.
     Vamos torcer para que o governador Cid Gomes seja menos intolerante desta vez e atenda as reivindicações da categoria.
     Caso contrário, todo mundo vai curtir o "réveillon" na base do "salve-se quem puder"!
     Mais informações sobre este assunto:
https://www.facebook.com/policiamilitarpmce?ref=stream%22+target%3D_+blank

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Discalculia: o que é isso?

     O JPA está publicando na edição deste mês um artigo de autoria da Pedagoga e Psicopedagoga Clínica Roseanne Fraga, tratando do conceito, subtipos, diagnósticos e outros aspectos da Discalculia - um transtorno específico da habilidade em Matemática. Para ler o texto na íntegra, basta acessar o portal www.jornalparquearaxa.com, clicar em EDIÇÃO DO MÊS e procurar a página 4.

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

O bom marido!

        
     Ontem, em tom de brincadeira, cheguei pra Marinete e falei:
     - Descobri que vou morrer antes de ti.
     Ela, surpresa, perguntou:
     - Vixe, é mesmo? Por que?
     E eu:
     - Porque um professor estava dizendo na TV que geralmente, quando o   homem é um bom marido, morre antes da esposa.
     Resposta da Marinete:
     - Então se é assim, pode se preparar para ficar viúvo, porque eu é que vou morrer antes de ti.
     kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

JPA de dezembro no portal

     Tivemos um pequeno atraso na gráfica. Por isso, a edição de dezembro do JPA (N° 155) só vai irá começar a circular nesta segunda-feira (dia 10). Mas os internautas já podem ler na íntegra o conteúdo (textos, fotos, anúncios etc.) da edição impressa. Para isso, basta acessar o portal www.jornalparquearaxa.com e clicar na janela EDIÇÃO DO MÊS.
   Boa leitura!

sábado, 8 de dezembro de 2012

Nota de pesar

         
     Registramos com grande pesar o falecimento, ocorrido nesta sexta-feira (dia 7), da senhora Maria Conceição da Silva (foto), professora aposentada, que residia há várias décadas na rua Cândido Jucá, 636 (Parque Araxá). Ela era a genitora do 
nosso amigo e parceiro César Filho, diretor-presidente do Projeto Bem Fazer. Seu enterro aconteceu hoje pela manhã, no Cemitério Parque da Saudade. Sinceras condolências a todos os integrantes e amigos da família enlutada.
     (Transcrito do portal www.jornalparquearaxa.com)

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

O que se esconde atrás do Fuleco?

     Autor: Diogo Fontenelle
     Segundo o Dicionário Aulete, “fulecar” significa perder todo o dinheiro que se leva, ao jogo; usar conversa para enganar. Fuleco: palavra esdrúxula e vazia de qualquer simbolismo construtivo, de qualquer mensagem positiva. Além do que, a infeliz criação presta-se ao deboche pela semelhança com fulero. O Brasil não merece tamanha ofensa. O b
elo e encantador animalzinho tatu-bola (bem escolhido), tão brasileiro e em forma de uma bola, não merece tal batismo leviano. O futebol, paixão da maioria do povo brasileiro, não merece um mascote com esse nome estúpido. O que se esconde atrás do Fuleco? Quais são as intenções de uma escolha arbitrária por um nome desse? Unam-se todas as torcidas em coro pelo repúdio a esse batismo a serviço de quê, ou de quem? Una-se o povo brasileiro em luta pela dignidade e pela cidadania ameaçada face a um nome babaca. Não sou um amante do futebol especificamente, mas sou cidadão brasileiro pensante e sensível. Calar-se é impossível!
     
(Texto transcrito do jornal O Povo – edição de 6/12/12)

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Quem foi Félix de Azevedo?

      A Escola de Ensino Fundamental e Médio Félix de Azevedo (foto), localizada na rua Monsenhor Furtado, 757, é, sem dúvida alguma, responsável pela formação de várias gerações de moradores do Rodofo Teófilo e adjacências. Ela foi fundada no dia 29 de janeiro de 1954 e recebeu essa denominação em forma de homenagem póstuma ao militar e político cearense José Félix de Azevedo e Sá, que foi presidente da província do Ceará por duas vezes - de 18 de outubro a 18 de dezembro de 1824 e de 13 de janeiro de 1825 a 4 de fevereiro de 1826.
     Félix de Azevedo era filho de Manoel Félix de Azevedo e Sá e de Thereza Maria de Azevedo e Sá. Nasceu em Fortaleza no dia 25 de março de 1781. Foi sargento-mor e tenente-coronel graduado do Regimento de Infantaria das Marinhas do Ceará e Jaguaribe. Assumiu o Governo do Ceará quando Tristão Gonçalves seguiu para Aracati, onde fora combater os imperialistas na chamada "Confederação do Equador". Teve participação direta e decisiva nos acontecimentos políticos de nossa terra no período republicano, mas mergulhou em depressão ao ver vários de seus companheiros serem condenados à morte, dentre eles o padre Gonçalo Mororó, Pessoa Anta, Pereira Ibiapina, Azevedo Bolão e Silva Carapinima.
     Desiludido e abatido por tantos desgostos, e evitando ser condenado, preferiu afastar-se da vida pública. O Governo do Ceará homenageou-lhe anos depois com a Comenda de Cristo e o posto de Coronel. Faleceu em Caucaia, no dia 7 de novembro de 1827, com apenas 46 anos de idade, deixando viúva a senhora Anna Caetana de Azevedo e Sá, com quem teve nove filhos: Manoel, José, Antônio, Romualdo, Luiz, Leonor, Maria, Ismênia e Margarida.
     (Transcrita do JPA de dezembro)

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Editorial do JPA deste mês


     E já estamos no final de mais um ano!
     Todo mundo agora só pensa em preparar as festividades natalinas, a fim de celebrar mais um aniversário de Jesus Cristo (o mensageiro maior da paz e do amor entre os seres humanos), e ao mesmo tempo festejar as vitórias individuais e/ou coletivas obtidas no decorrer de 2012.
     O ano que se finda foi bem especial para nós, que fazemos o JPA, principalmente o segundo semestre, quando tivemos oportunidade de comemorar em grande estilo os nossos 15 anos de fundação em meio uma vasta programação que teve como ponto alto a festa realizada no dia 19 de agosto no Casa Nossa Show, ao som de Marcelo Melo & Banda e outras atrações locais, inclusive o humorista André Vieira, que se apresentou caracterizado de Zé da Diva, personagem principal da nossa coluna de piadas.
     Por falar nisso, Zé da Diva foi um dos maiores destaques do ano, graças ao lançamento do livro “Zé da Diva - 15 anos de presepadas”, contendo todas as piadas publicadas até a edição N° 150 deste jornal, com ilustrações de autoria do artista plástico George Mendes, que também é morador do Parque Araxá. A coletânea fez sucesso no bairro, tanto que os exemplares já estão quase esgotados.
     Outro detalhe relevante em 2012 é que o JPA abriu espaços para apoiar uma candidatura a vereador, no caso o jovem publicitário Michel Lins, diretor-presidente da Fundação Restaurart. Agimos assim como mais uma tentativa de unir as principais lideranças políticas e comunitárias do bairro, bem como empresários, profissionais liberais, enfim, a comunidade em geral, em torno de um nome que pudesse ser eleito e nos representar dignamente na Câmara Municipal. Infelizmente, mais uma vez tivemos uma enxurrada de candidatos, nossos votos foram divididos e continuamos sem vereador, mas a expressiva votação recebida por Michel Lins (quase 3 mil sufrágios) nos mostra que já houve uma evolução e nas próximas eleições teremos condições de alcançar êxito na missão a que nos propomos.
     E o ano está terminando com mais uma ação dignificante do JPA, no caso a nossa participação no Projeto Bem Fazer, entidade sem fins lucrativos, sem conotação política e/ou partidária, fundada no dia 15 de novembro, tendo o amigo César Filho como diretor-presidente, objetivando trabalhar pelo crescimento do Parque Araxá e adjacências, valorizando e divulgando seus aspectos sócio-culturais e esportivos, bem como o comércio e a prestação de serviços (ver mais detalhes na página 3).
     Pois é neste clima, misturando alegria, solidariedade e esperança num mundo melhor que colocamos em suas mãos, caro(a) leitor(a), esta última edição de 2012, renovando nossos agradecimentos pelo apoio que temos recebido dos assinantes, anunciantes e parceiros para continuar com este trabalho cuja missão é a mesma desde a primeira edição: estabelecer a concretização de negócios e estreitar laços de amizades nas comunidades onde circulamos. 
     Aproveitamos esse momento de festas para desejar-lhes um Feliz Natal, rogando a Deus para que Ele, em sua infinita bondade e sabedoria, venha a iluminar as mentes dos nossos dirigentes, principalmente da presidente Dilma Rousseff, do governador Cid Gomes e do prefeito eleito de Fortaleza, Roberto Cláudio, para que 2013 seja repleto de paz, saúde, amor e prosperidade, resultando na felicidade que tanto buscamos.
     Boas Festas!

sábado, 1 de dezembro de 2012

Frequentadores pedem urgência na reforma de praça no Parque Araxá


       
     A praça Ari de Sá Cavalcante é, sem dúvida alguma, o maior ponto de encontro dos moradores do Parque Araxá. Ali, principalmente à noite, crianças, jovens, adultos e idosos procuram passar o tempo se divertindo na quadra esportiva, nos brinquedos, fazendo caminhadas, tomando sorvete, bebendo cerveja e outros tipos de bebidas quentes e geladas, comendo milho, batata frita, espetinhos, sanduíches e outras guloseimas, batendo papo com parentes e amigos, paquerando, namorando etc.
     Mas, apesar da importância como local de lazer e entretenimento para o bairro, a “pracinha” tem sofrido nos últimos anos com o descaso das autoridades em relação à sua aparência e funcionalidade. Por isso que seus freqüentadores estão demonstrando esperança de que a partir do próximo ano, quando Fortaleza estará sob nova administração, seja colocado em prática algum projeto de recuperação do logradouro, fazendo com que ele fique mais bonito e atraente.
     O comerciante Gladston Roberto Carneiro, por exemplo, se diz um “apaixonado” pela praça. Ele é o proprietário da Camocim Peixes, que funciona há 22 anos na avenida Jovita Feitosa, e costuma usar o espaço para caminhar no final da tarde e, à noite, ficar em alguns quiosques, conversando com amigos e tomando uma “geladinha”. Para ele, a “pracinha” merece um olhar mais atento das nossas autoridades. “Ela está abandonada, com as plantas velhas, brinquedos quebrados, piso desnivelado, tijolos quebrados, sem banheiros públicos. A gente fica aqui depois do expediente porque gosta, e é perto de casa, mas isso aqui, como espaço de lazer, deixa muito a desejar”, afirma Gladston, acrescentando que o espaço carece da realização de eventos artísticos para atrair a população.
     Francisco Nazareno Ribeiro de Lima, do quiosque Ná Lanches, também revela sua inquietação. Ele trabalha na praça há 10 anos e diz que os clientes só vivem reclamando da situação. “Tem que ajeitar os brinquedos, e colocar outros, para proporcionar diversão para a garotada. O alambrado da quadra, por exemplo, está cheio de buracos e de vez em quando as bolas atingem pessoas que estão sendo atendidas nos quiosques. Tem também a questão dos banheiros, que piorou depois que tiraram o chafariz. Colocaram uns banheiros químicos recentemente, mas não tem manutenção. Aí fica uma podridão no meio do mundo.”
     O publicitário Michel Lins, que foi o candidato a vereador mais bem votado no Parque Araxá nas eleições deste ano, revela-se um freqüentador da praça e reconhece nela uma excelente opção de lazer para as famílias, mas que infelizmente ela não está sendo usada de forma correta. “Com o abandono, por parte das autoridades, quem sofre é a população, que é obrigada a conviver com a falta de opção de lazer, a falta de segurança, que acarreta também a diminuição da renda de dezenas de famílias que dependem da boa movimentação do local”, ressalta Michel. Ele garante que a partir do próximo ano estará “no pé” do prefeito eleito Roberto Cláudio, a fim de garantir que a tão sonhada reforma da praça saia do papel.
     (Matéria a ser publicada na próxima edição do JPA)

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Sinceros agradecimentos

      Agradeço, de coração, aos familiares, amigos e "correligionários" que se esforçaram para me fazer feliz ontem (27 de novembro), data do meu aniversário natalício.
      As diversas mensagens de "parabéns" que recebi pessoalmente, através de telefonemas, por e-mail, no Facebook e até no Orkut, serviram para melhorar minha auto-estima e aumentar minha certeza de que valeu a pena te
r feito tantas amizades ao longo da vida, pois são elas que tornam momentos como estes ainda mais especiais.

      Cabe registrar aqui o que aconteceu no final do dia. Fui convidado para ir à residência da senhora Maria Albuquerque, na avenida Jovita Feitosa, a fim de conhecer um leitor do JPA que reside em São Paulo, e quando cheguei lá fui surpreendido com um bolo, refrigerantes e várias pessoas cantando o tradicional “parabéns pra você”.

terça-feira, 27 de novembro de 2012

O homem na estrada


O homem vem pela estrada
Não sabe ao certo qual rumo
Anda assim desde menino
Sem encontrar o seu prumo

Na vida já fez de tudo
Tentando vencer com decência
Mas vê sonhos se esvaindo
O vigor em decadência

O homem tem fé, acredita
Que será bem sucedido
Trabalha, pensando, “um dia
         Inda serei reconhecido”

            (Poesia de minha autoria, feita em homenagem ao transcurso deste dia 27 de novembro de 2012) 

domingo, 25 de novembro de 2012

Antônio Falcão critica Bienal e aponta sugestões para Brasil erradicar analfabetismo

         
     “Fui uma das primeiras pessoas no Ceará a sugerir a criação de feiras de livros, anuais ou até semestrais, como forma de despertar nas pessoas a importância da leitura. Mas os nossos governantes preferiram fazer isso apenas de dois em dois anos, com pompa de evento internacional, e com preços altos, que dificultam a compra dos livros. As pessoas vão mais é para passear, para fazer ôba-ôba. Por isso que essa Bienal, no meu entender, é sempre um fracasso de público, se a gente comparar o número de frequentadores com o número de habitantes do nosso Estado.” A frase acima foi proferida pelo senhor Antônio Falcão (foto), quando foi provocado pela reportagem do JPA a dar sua opinião sobre a X Bienal Internacional do Livro”, realizada este mês em Fortaleza.

     A matéria vai ser publicada na edição do dezembro do JPA. Mas você já pode ler na íntegra no portalwww.jornalparquearaxa.com

sábado, 24 de novembro de 2012

Saudade dos tempos de "boleiro"

       Aí o tempo vai passando, a gente vai elegendo prioridades e, quando olha para trás, percebe que deixou de fazer um bocado de coisas gostosas.
      Eu, por exemplo, conheço um rapaz que antigamente gostava muito de jogar futebol, sendo presença assídua nas praias e nos vários campos que existiam no Pirambu.
      E parece que ele jogava mais ou menos bem, pois era um dos primei
ros a serem chamados para a formação das equipes nos tradicionais “rachas” (ou “peladas”, como queiram).
      O cara, certa vez, chegou até a ser chamado para ir treinar nas escolinhas do Fortaleza, mas não levou o convite a sério.
      Aí vieram os compromissos profissionais com música e literatura, o casamento, os filhos, a “barriguinha”, e ele foi deixando o futebol de lado.
      Nos últimos anos ainda chegou a “bater bola” com amigos nas quadras que a Prefeitura de Fortaleza construiu na lagoa do Porangabussu.
      Mas apareceu uma contusão no joelho e ele desistiu de vez.
      Hoje, prestes a chegar aos 5.5, ao rapaz só resta guardar na memória os lances marcantes da sua trajetória como “boleiro”.

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Relembrando 1992

          
    Desde a infância essa menina já me mostrava que canta muito bem e que, se quisesse, poderia ser uma artista renomada no mundo da música.
    Essa foto, por exemplo, foi tirada em 1992. No meio de um show que eu fazia no Sindicato dos Bancários, em Fortaleza, ela subiu ao palco e disse que queria cantar uma música, surpreendendo o público e levando o pai às lágrimas.
    Mas a menina, hoje já adulta, não quis seguir a carreira artística. Optou pelo Jornalismo e prefere usar seus dotes vocais somente em missas dominicais na Igreja de Fátima e em raras apresentações do octeto dirigido pelo irmão.
    Que Deus continue iluminando seus caminhos, Thaís!

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Prontidão para aprender

     O JPA publicou neste mês de novembro, em sua edição impressa, um artigo de autoria da pedagoga e psicopedagoga clínica Roseanne Fraga (membro da Associação Brasileira de Psicopedagogia (ABPp) e especialista em Educação Especial e Inclusiva), intitulado “Prontidão para aprender”, onde ela fala sobre os processos de aprendizagem e suas fraturas, limitações e/ou habilidades dos aprendensinantes, transtornos e/ou dificuldades de aprendizagem e todas as implicações do processo de aprender. Para ler o texto na íntegra, basta você acessar o portal www.jornalparquearaxa.com, clicar em EDIÇÃO DO MÊS e procurar a página 3.

domingo, 18 de novembro de 2012

Moradores do Parque Araxá fundam Projeto Bem Fazer

     O dia 15 de novembro de 2012 vai entrar para a história do Parque Araxá e adjacências. Nesta data, seis moradores do bairro, reunidos no salão de festas do Condomínio Rosa de Saron, resolveram fundar uma entidade sem fins lucrativos, sem conotação política e/ou partidária, que pretende trabalhar pelo crescimento do bairro, valorizando e divulgando seus aspectos sócio-culturais e esportivos, bem como o comércio e a prestação de serviços.
     O movimento, denominado Projeto Bem Fazer, está em fase de estruturação da parte burocrática, devendo começar a funcionar em janeiro vindouro através de ações e projetos próprios ou em parcerias com outras entidades públicas e privadas, contando, para isso, com apoio do JPA, de uma emissora de rádio comunitária a ser implantada pela Fundação Restaurart, de um site, nas redes sociais, dentre outros.
     O Projeto Bem Fazer terá uma sede no Parque Araxá e vai trabalhar inicialmente com colaborações mensais dos sócio-fundadores, diretores e sócio-efetivos, mas a idéia é que no prazo de um ano ele se torne auto-sustentável e esteja habilitado para participar de editais e linhas de incentivo dos governos municipal, estadual e federal, a fim de subsidiar as ações a serem implementadas. A partir de agora, em todas as edições, o JPA estará reservando espaços para divulgar as novidades da entidade.

     A foto acima mostra os sócios-fundadores presentes à reunião que marcou a fundação oficial da entidade: Efigênia Lima, Diego Alves, Juracy Mendonça, Marinete Brito Mendonça, César Filho (com o herdeiro Felipe) e Michel Lins
      
     (Matéria a ser publicada na próxima edição do JPA)



sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Vem aí o Projeto Bem Fazer!

    15 de novembro de 2012 vai entrar para a história como o dia em que vários moradores do Parque Araxá e adjacências se reuniram e resolveram fundar o Projeto Bem Fazer, entidade sem fins lucrativos, sem conotação política e/ou partidária, que pretende trabalhar pelo crescimento do bairro, valorizando e divulgando seus aspectos sócio-culturais e esportivos, bem como o comércio e a prestação de serviços. Participaram da reunião histórica: Efigênia Lima, Diego Alves, Juracy Mendonça, Marinete Brito Mendonça, César Filho e Michel Lins. Aguardem, pois a partir de janeiro vindouro o Projeto Bem Fazer vai dar o que falar!
     (Transcrito do portal www.jornalparquearaxa.com)

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Eu na Bienal do Livro

     Hoje, pela primeira vez na vida, estarei visitando um evento internacional podendo ver uma obra de minha autoria exposta em vários stands.
     Vou marcar presença na X Bienal Internacional do Livro do Ceará, no Centro de Eventos, a fim de prestigiar o lançamento do livro “Cego, Eu?”, do amigo Didi Morais, a partir das 17 horas, no Stand 99/120.
     Aproveitarei o embalo para percorrer anonimamente os stands das Livrarias Smile, Premius, Edições UFC e CCL, nos quais meu livro “Onde estava o arco-íris?" está exposto. Pode ser que alguém me reconheça por lá, adquira um exemplar e peça para eu autografar, não é?
     Sonha, Alice!

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Parabéns, Marinete!

               
     O dia 13 de novembro é sempre especial para todos nós, familiares e amigos da professora e catequista Marinete Brito Mendonça (foto), que é diretora do JPA, leciona no Colégio Maria Montfort e faz parte da Legião de Maria e do ISPRE - Instituto Social da Paróquia dos Remédios. Marinete troca de idade na data, devendo receber muitos cumprimentos por telefone e/ou pessoalmente, já que ela não é muito chegada à internet.

De derrota em derrota...


     - Derrota no futebol (Fortaleza)...
     - Derrota na política (Michel para vereador e Elmano para prefeito)... 
     - Derrota nas metas a serem alcançadas em alguns projetos profissionais...
     - Prejuízo imenso para refazer o motor do carro...
     - Um baita susto na saúde, chegando a ver a morte de perto... 
     É, realmente, esse ano de 2012, para mim, está sendo meio "pau no cu", como diz a galera mais jovem.
     Mas a minha fé em Deus continua inabalável.
     Com certeza, Ele vai me iluminar para que em 2013 eu possa recuperar tanto tempo perdido. 

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

NOTA DE PESAR


    Hoje é um dia triste para todos nós, integrantes do JPA, por conta do falecimento prematuro do nosso amigo Francisco Hélio Zaranza, mais conhecido como Chicão, que aparece na foto ao lado de sua amada esposa Sandra Suely. Chicão era um dos incentivadores do trabalho de comunicação alternativa que realizamos há mais de 15 anos no Parque Araxá, tanto que era assinante do nosso jornal desde 2001. Sinceras condolências a todos os seus familiares e amigos.
     (Transcrito do portal www.jornalparquearaxa.com)

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Saudade gostosa!

     Hoje, ao passar pela avenida Pasteur, quase na esquina com a Francisco Sá, senti uma saudade gostosa do Clube Recreativo Carlito Pamplona, que funcionava por ali na década de 1970, realizando memoráveis festas para a juventude da época, com atrações locais e nacionais.
     Eu era apenas um meninote, entre os 15 e 20 anos de idade, mas gostava de comparecer às tertúlias promovidas nos 

domingos à noite, ao som de bandas como Os Jovens, Os Trevos, Os Apaches, dentre outras, que embalavam nossos sonhos e paqueras ao som de sucessos nacionais e internacionais.
     Lembrei também, com os olhos marejados de lágrimas, da música “All My Love Is For You”, do mastro Erlon Chaves e sua Banda Veneno, que geralmente era o tema de abertura dessas festas.
     Pense num tempo bom! 

     http://www.youtube.com/watch?v=h6T9FiLHl-M&feature=related

Presepadas do Zé da Diva

     1 - Gertrudes, esposa de Zé da Diva, chegou no consultório de um médico e falou:
     - Doutor, não sei mais o que fazer para agradar meu marido. Toda vez que chega em casa bêbado ele me xinga, às vezes até me bate...
     O médico respondeu:
     - Pois eu tenho um remédio muito bom para isso. Quando seu marido chegar em casa embriagado, basta pegar um copo de chá de camomila e começar a bochechar. Faça bochechos sem parar até que ele se deite e durma.
     Duas semanas depois, ela retornou ao médico, toda satisfeita, dizendo:
     - Doutor, sua idéia foi brilhante! Vim só lhe agradecer. Depois que passei a fazer o que o senhor mandou, nunca mais ele me bateu.
     E o médico:
     - Viu, como manter a boca fechada pode ser um bom remédio?
               Ze da Diva
     2 - Um dia desses, conversando “abobrinhas” com Chico Cotoco, Zé da Diva falou:
     - Chico, tô lembrando agora do tempo que trabalhei como balconista numa farmácia. Certa vez uma loura muito bonita entrou lá, trancou a porta, tirou a roupa inteira, me levou para o banheiro e disse:
     - Você precisa resolver meu problema. Está com mais de 5 anos que não vejo um homem.
     Chico Cotoco, curioso, perguntou:
     - E aí, Zé, quê que tu fez?
     Resposta:
     - Ora... Não contei pipocas... Lasquei colírio nos olhos dela!
                            (Textos transcritos do JPA deste mês)


                  

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Quem foi José Barcelos?

     José Barcelos é uma das principais ruas do Parque Araxá. Começa na avenida Bezerra de Menezes e finda no encontro das ruas Bernardo Figueiredo e Francisca Clotilde. 
     Sua denominação presta homenagem ao professor José de Barcelos da Silva Sobrinho (foto), natural de Baturité, filho de João Tomás de Barcelos e Francisca Alexandrina de Carvalho. Ele foi um notável humanista, competente, sobretudo, em Geografia, História e Grego. Exerceu os cargos de diretor da Escola Normal, onde lecionou Português, Pedagogia e Metodologia; professor do Liceu do Ceará e diretor da Biblioteca Pública. Desempenhou importantes comissões do governo da antiga província, em benefício da instrução pública, havendo estado com esse objetivo na Bahia e depois na Bélgica, apresentando a respeito excelentes relatórios.
     Na Suiça, convidado pela direção de um afamado ginásio, ministrou uma aula de Geografia, escolhendo para tema da palestra o próprio país em que se encontrava, e demonstrou tanta competência que despertou a admiração e o entusiasmo do auditório. Foi redator dos jornais a ‘Estrela e ‘Jornal de Domingo e colaborou do ‘Cearense’, ‘União Artística’ e ‘Gazeta do Norte. Faleceu em Fortaleza no dia 24 de outubro de 1919.

     (Transcrito do JPA de novembro)

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Os dois Romários

    
     O parquearaxaense Luiz Carlos desde a infância tem uma grande semelhança física com Romário, ex-jogador de futebol e atual deputado federal. Tanto que ele é mais conhecido por onde anda como Romário Cearense. Recentemente, os dois se encontraram num evento esportivo, ocasião em que tiveram oportunidade de se conhecer pessoalmente. E aí, eles são ou não são parecidos?
     (Transcrito do JPA de novembro)

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Edição de novembro já está no portal


     A edição de novembro do JPA (N° 154) começa a circular na próxima semana, com muitas novidades sobre o Parque Araxá, Parquelândia e Rodolfo Teófilo.
     Mas você, caro(a) leitor(a), já pode conferir o conteúdo no portal www.jornalparquearaxa.com. Basta clicar em EDIÇÃO DO MÊS.
     Boa leitura!

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Vendo a morte bem de perto

     Levei um susto e tanto neste primeiro dia de novembro.
     Acordei por volta das 3 horas da manhã, sem conseguir respirar, derrubando tudo que encontrava pela frente.
     Nem conseguia ouvir os gritos da minha esposa, tentando me socorrer.
     Após a respiração voltar ao normal, passei quase duas horas sentado na cama, com medo de dormir novamente e "acordar morto" (é o novo!).
     Aí aproveitei para imaginar algumas situações que aconteceriam se eu tivesse "papocado" hoje. Exemplos:
     Quais seriam as pessoas que iriam chorar no meu velório e enterro? Marinete continuaria morando em Fortaleza ou voltaria para o Maranhão, terra de seus familiares? Alguém iria dar continuidade ao JPA - Jornal Parque Araxá? Será que iriam fazer alguma homenagem (in memorian) aos meus 15 anos de serviços prestados ao desenvolvimento do Parque Araxá e adjacências? Será que os parentes e amigos iriam lembrar de mim quando ouvissem qualquer música do Fagner? Será que iriam lembrar de mim nas vitórias memoráveis do meu Fortaleza Esporte Clube?
    Na dúvida para essas e outras perguntas, achei melhor rezar e pedir a Deus para me dar mais alguns anos de vida, "me poupando do vexame de morrer tão moço, com tantas coisas ainda para olhar", como diz nosso mestre Ednardo.