terça-feira, 14 de julho de 2009

Escapando do murro

Quando era jovem, Zé da Diva morria de medo de um marginal que morava próximo à sua residência e lhe estorquia dinheiro sob diversas ameaças. Um dia, relatando seu infortúnio para o amigo Chico Cotoco, este lhe falou:
- Deixa de ser mole, Zé. Até quando tu vai ficar sendo chantageado por um magricela daqueles? Dá um murro na cara dele, que tu vai ver como ele te deixa em paz.
Zé, mesmo sem gostar de violência, resolveu seguir o conselho do amigo e passou o final de semana treinando para dar um murro no marginal na segunda-feira, quando fosse para o trabalho. Porém, no domingo, por volta do meio-dia, ele ouviu a notícia de que o marginal havia sido assassinado numa rua do bairro e o corpo ainda estava lá. Zé da Diva dirigiu-se ao local, que estava repleto de curiosos, e ao ver o cadáver estendido no chão, exclamou, bem baixinho:
- Ei, macho, tu escapou de levar um murro amanhã!

Um comentário:

Alan disse...

Todo mundo tem que fazer continencia a esse REI. É mesmo o maior e melhor cantor da história da humanidade.Acredito que só ELE faz um verdadeiro SHOW. Só a presença de RC já é um show. O resto faz umas zoeirinhas.
amvalan@gmail.com