quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Quem foi José Sombra?

     A rua José Sombra é, como todos sabem, um dos logradouros mais importantes do Parque Araxá, servindo como elo de ligação entre as avenidas Jovita Feitosa e Bezerra de Menezes. Sua denominação presta homenagem a um filho ilustre do Ceará, professor e escritor de admirável talento, conforme depoimentos de contemporâneos como Antônio Sales, Torres Portugal e Farias Brito.
 
     Dr. José Sombra Filho (foto), um dos herdeiros do casal José Correia Sombra e Luisa da Cunha Sombra, oriundos de Maranguape, nasceu, por acaso, em Viena (Áustria), no dia 21 de março de 1883, onde seus pais se encontravam em viagem de trabalho. Órfão de pai aos cinco anos de idade, teve parte da infância regulada pelo Barão de Studart, que casou com sua genitora. Destacou-se no Liceu do Ceará, como estudante e professor em matérias linguisticas e filosóficas. foi um dos fundadores da sociedade “Iracema Literária”. Bacharel em Direito, não foi advogado nem magistrado, pois aflorou em si, acima de tudo, o gosto pela literatura, o magistério, o formalismo.
     Faleceu no dia 21 de abril de 1932, vítima de um choque de veículos nas imediações do extinto Pavilhão Atlântico. A sociedade fortalezense de então foi presa de dor e de espanto com a trágica noticia, tanto que seu funeral foi verdadeiramente apoteótico. “Raras vezes uma vida se havia apagado, no Ceará, assim tão eloquentemente ungida pela unanimidade da mágoa coletiva”, escreveu Antônio Sales.

    (Transcrito do JPA de janeiro/2012)

Um comentário:

Araújo Filho disse...

valeu Juracy, não sabia nada sobre a rua que moro ..parabéns pelo trabalho