quinta-feira, 6 de maio de 2010

Maria José comemora 50 anos de lutas pelo crescimento da Bela Vista

Nesta edição de maio, publicada em clima de comemoração do Dia das Mães, o JPA presta homenagem especial a uma personalidade que é tida e havida como a maior liderança política da Bela Vista e bairros adjacentes, no caso a senhora Maria José Albuquerque Oliveira. Agindo assim, atendemos a uma sugestão do nosso colaborador Domingos Gomes (Parquelândia), que há vários acompanha a trajetória pública desta mulher valente, guerreira, que muitos consideram como uma verdadeira mãe para as comunidades mais carentes da região.

Dona Maria José, que recentemente completou 80 anos de idade, é natural de Pacatuba, interior do Ceará, e há 55 anos reside na Bela Vista (Rua Viriato Ribeiro, 794). Começou a trabalhar pelo crescimento do bairro ao lado do padre Alberto Oliveira (primeiro pároco da Paróquia da Salete) e do seu esposo José Batista de Oliveira (in memorian), que ingressou naturalmente na política, incentivado pelos amigos e vizinhos, e veio a ser vereador (12 anos), deputado estadual (16 anos), conselheiro e presidente do Tribunal de Contas dos Municípios. Ela, seguindo os passos do marido, também foi vereadora durante 28 anos, presidindo e participando de várias comissões da Câmara Municipal. Exerceu ainda o cargo de secretária de Administração, na gestão do então prefeito César Neto, e chegou a assumir interinamente a Prefeitura de Fortaleza por alguns dias.

Sempre comunicativa e disposta a ajudar as pessoas que a procuram, dona Maria José orgulha-se de jamais haver perdido uma eleição. Seu trabalho era voltado para melhorar a infra-estrutura das comunidades que representava, como construção de escolas, creches, postos de saúde, abertura de ruas, asfalto, calçamento etc., além de ações e projetos na área da ação social. “É muito bom você passar hoje pela Bela Vista e vizinhança e constatar que minha família é responsável pela vinda de muitas obras importantes para o crescimento destes bairros. Isso me dá uma enorme satisfação e me anima a continuar ajudando a esse povo que me procura diariamente em busca de soluções para os seus problemas”, afirmou.

Essa história política tem seguimento nos dias atuais com a atuação do seu filho Casemiro Neto, que já foi deputado estadual (8 anos) e agora está no terceiro mandato como vereador. Seu genro, Stanley Leão, também ocupa uma cadeira na Assembleia Legislativa. Os outros filhos dela são: Francisco José, Márcia e Alberto. “Apesar de não exercer mais nenhum cargo público, minha casa está sempre cheia de gente, a maioria da Bela Vista, Rodolfo Teófilo, Parquelândia, Pan Americano, Demócrito Rocha, Couto Fernandes, dentre outros. São pessoas que sempre estiveram conosco nestes anos todos, e hoje vêm aqui às vezes para fazer uma simples visita, tomar um café ou mesmo reivindicar benefícios para as suas comunidades.”

Dona Maria José garante que procura atender a todos, na medida do possível, pois jamais gostou de dar um “não” a ninguém. É por isso que, nos meios políticos, ela ainda hoje tem a fama de “pidona”, pois sua vida sempre foi marcada pelas andanças nos órgãos públicos, pedindo às autoridades para solucionar os problemas das pessoas que a procuram.

Dona Maria José ao lado do filho Casemiro Neto, que está no terceiro mandato como vereador de Fortaleza

Um comentário:

Gabriel Ferreira disse...

Juracy, è uma linda história realmente!
mas creio que o seu filho como vereador atuante que é, deveria usar de sua experiência e dessa herança da
senhora sua mãe, de "pidona" e ser um "pidão" junto aos gestores da nossa regional, com relação as ruas que
tiveram recentemente, os sentidos modificados, e já apresentam verdadeiras "CRATERAS" devido ao grande fluxo
de veículos e ônibus, principalmente as ruas que compreendem aquele eixo que abriga o Complexo Hospitalar.
Uma lástima! Não tem carro que aguente! alguns serviços foram feitos, porém, não resolveu a situação! Creio que só um
recapeamento total resolverá esse problemão!
Saudações Tetracolores.